A importância do protejo de Fibra Óptica

A importância do protejo de Fibra Óptica

Um projeto bem desenvolvido pode ser um fator determinante para seu negócio. Executado de forma correta, você pode economizar muito tempo e dinheiro.

Ao elaborar o projeto, devemos procurar quais as necessidades, por meio de pesquisas, análises e conferências. Muita vezes apenas temos o conhecimento de que necessitamos de uma infraestrutura para comunicações e mais nada. Cabe a nós levantar as necessidades ideais para que o projeto seja executado sem maiores problemas.

A elaboração do projeto deve ser feita por um profissional especializado. Este procedimento pode ser dispendioso, pois requer a contratação de um projetista, que acaba por economizar seu dinheiro! Como? Ao especificar um projeto, evitam-se aquelas “economias burras”, geralmente empregadas no momento da instalação, quando perdemos desempenho, mobilidade ou modularidade em troca de um ganho momentâneo.

Algumas das perguntas a serem respondidas durante o desenvolvimento do projeto:

  • Que aplicações funcionarão sob o cabeamento (voz, dados, vídeo, automação)?
  • Qual a fibra mais adequada para o meu modelo?
  • Estaremos aptos a rodar 1 Gb/s e 10 Gb/s?
  • A infra-estrutura é suficiente ou vai ser necessário ampliar?
  • Quais as necessidades básicas da minha sala de equipamentos?
  • Deixaremos sobra para prover expansões futuras?
  • A empresa instaladora é certificada pelo fabricante da solução escolhida?
  • Os profissionais envolvidos na instalação foram treinados pelos fabricantes e/ou entidades do setor?
  •  A empresa instaladora possui CREA jurídico e está habilitada a recolher ART (Anotação de Responsabilidade Técnica)?
  • Quais as garantias? Quem vai ser responsável pelas garantias? O que está incluso? Por quanto tempo? A garantia será auditada pela empresa que instalou ou por terceiros?

Entre outras questões que são igualmente importantes.

O desenvolvimento do projeto deve incluir um descritivo técnico detalhado, escrito em português bem claro, com plantas baixas executivas, planos de ações de emendas, diagramas de conexões das caixas, mapa de rede e pranchas (desenho que detalha a disposição dos equipamentos compostos na rede), plano de identificação dos componentes e uma lista básica de materiais de cabeamento. Deve ser baseados nas normas brasileiras (ABNT/NBR 14565) e/ou internacionais (ISO/IEC 11801, ANSI/TIA/EIA-568-B, 569-A, 606-A, 607-A, 758, etc.).

Ao desenvolvermos um projeto com um profissional responsável, estamos certos de que teremos uma instalação que atenda adequadamente às necessidades e com a melhor relação custo/benefício que podemos desejar.

A Intelvoice Tecnologia pode auxiliar no seu projeto e em sua execução.  Nossos projetos seguem as normas e diretrizes da ANEEL e da ANATEL, além de possuirmos as NRs necessárias para que tudo se encaminhe da forma correta. Entre em contato conosco!

Deixe uma resposta