Monomodo x Multimodo

Monomodo x Multimodo

Esses dois tipos de cabos diferem-se em sua estrutura interna, na velocidade do sinal e na distância de funcionamento com qualidade. Por isso, apesar de ambos utilizarem os mesmos princípios básicos, cada um tem suas próprias vantagens e desvantagens.

Fibra monomodo


Os cabos ópticos monomodo possuem um diâmetro menor no núcleo e uma casca mais grossa em comparação ao multímodo. Com isso, o espaço de transmissão fica minúsculo, o que faz com que o feixe de luz seja refletido de uma forma direta, como uma linha.

Esse modelo faz com que tenha uma perda menor de luz, mesmo em curvas e em grandes distâncias, sendo comumente constituído por fibras de vidro que são altamente eficientes.

Entre as vantagens da fibra monomodo estão a velocidade superior ao multímodo, maior alcance de sinal e menor taxa de perda.

Fibra multímodo


Os cabos ópticos multímodo contêm um diâmetro maior no núcleo e casca mais fina em comparação ao anterior. Com esse espaço de transmissão maior, o feixe de luz é refletido dividido em vários reflexos.

Dessa forma, nesse modelo há uma perda maior de luz, especialmente em grandes distâncias e/ou curvas, sendo geralmente constituído por fibras de plásticos que, em comparação à de vidro, são menos eficientes.

Entre as vantagens da fibra multímodo estão o custo mais barato, além de maior facilidade para operar, instalar e manter do que os modelos monomodo.

A melhor escolha de tipo de cabo irá depender do seu projeto, pois ao analisar os fatores, principalmente a distância e a velocidade final necessária, ficará mais fácil identificar o cabo ideal.

Deixe uma resposta